Morte do leão Cecil no Zimbábue e petição para assinar!

Boa tarde pessoal! Vocês já estão sabendo da morte do Leão Cecil, que era super querido nas regiões onde habitava e foi morto por um cara cruel?! Então, acompanhem abaixo o caso:

“O leão de juba negra mais conhecido e muito fotografado do Zimbábue, carinhosamente chamado Cecil, saiu do seu santuário, em um parque nacional no Zimbábue, seguindo o cheiro de um lanche em potencial. No outro extremo, estava uma isca colocada por caçadores que queriam que sua presa atravessasse para um território desprotegido para que pudessem matá-lo.

Cecil1

Os caçadores profissionais do Zimbábue e a Associação de Guias (ZPHGA) confirmaram em um comunicado oficial que Cecil foi morto fora do parque, em um safari em terras privadas. O caçador profissional era um membro ZPHGA e possuía a licença de caça, segundo a organização.

Cecil2

O autor da morte de Cecil foi identificado como Walter J. Palmer, um caçador americano conhecido por matar grande animais com arco e flecha e que agora está sendo procurado pelo governo do Zimbábue sob acusações de caça furtiva. Ele tinha as autorizações legais apropriadas e contratou guias profissionais. Há caçadores que pagam dezenas de milhares de dólares por licenças para matar animais protegidos por esporte e para troféus.Cecil1

Legal ou não, a morte de Cecil, que era considerado um ícone da vida selvagem na área há anos, foi condenada tanto local quanto internacionalmente. Muitas pessoas tomaram a mídia on-line para expressar seu horror e denunciar a caça. Cecil estava usando um colarinho GPS, instalado por uma equipe de pesquisadores do Parque Nacional de Hwange.

Cecil4

A partir de 1999, inicou-se um estudo ecológico com os leões africanos em Hwange para medir o impacto da caça esportiva sobre a população de leões dentro do parque. A pesquisa constatou que 34 dos 62 leões marcados morreram durante o período de estudo. Ao todo, 24 foram baleados por caçadores esportivos. Eles mataram 72% dos adultos do sexo masculino na área de estudo. Isso causou um declínio no número de machos adultos na população.

No caso de Cecil, ele estava em coalizão com outro leão macho chamado Jericho. Agora, como um único macho, será incapaz de defender os filhotes dos novos machos que podem vir a invadir o território. O infanticídio é o resultado mais provável de acontecer.

Um outro estudo mais recente sobre o comportamento da população de leões mostra que, após perturbações causadas pela caça esportiva, as populações de leões tendem a deixar o parque e encontrar com os humanos que habitam os  limites das zonas protegidas.”

Cecil5

Assinem a petição a seguir, destinada ao presidente de Zimbábue, para ser justa a morte do leão Cecil: Clique aqui – Care 2 Petitions.

Assinem outra petição solicitando que os EUA e a União Européia salvem os leões africanos e parem com essa atitude cruel: Clique aqui – Avaaz.

Pessoal, é muito importante que vocês compartilhem esse post + assinem as petições e as compartilhem nas redes sociais para que essa atividade seja abolida. Além de ser uma atitude muito cruel, pode causar um desequilíbrio muito grande na espécie! Compartilhem por favor!

Fonte/Fotos: Blog Biologia Total.