Não jogue sal nos sapos – Entenda a campanha!

Com a chegada das chuvas, o aparecimento de sapos, pererecas e rãs é inevitável em algumas regiões. E, por uma questão cultural, muitas pessoas jogam sal em cima deles no intuito de expulsá-los de casa.

Acontece que, cerca de metade da absorção de oxigênio dos anfíbios acontece através da pele e, ao fazer isso, eles podem morrer por asfixia. Além de sentir muita dor, porque a pele destes animais não possui camadas de proteção como a dos seres humanos, o que a torna muito sensível. De acordo com o biólogo Adão José Cardoso em entrevista para a revista Super Interessante, a dor “é semelhante àquela que nós sentimos quando jogamos sal em um ferimento”.

Os anuros são extremamente importantes para o equilíbrio da natureza, pois controlam a população de mosquitos (responsáveis pela disseminação de doenças como dengue, febre amarela e malária) e outros invertebrados. Portanto, caso entrem na sua casa, apenas guie-os com uma vassoura até a porta.

1395217_10202162145596111_1594021446_n

Por que os sapos pulam loucamente quando colocamos um pouco de sal em suas costas?

Porque respiram também através da pele. Os pulmões dos sapos têm uma capacidade muito menor que a dos humanos de absorver gases. Por isso, cerca de metade da absorção de oxigênio acontece por meio da pele. De lá, ele vai para a corrente sangüínea e é distribuído pelo corpo. A pele do animal é bastante úmida, uma característica indispensável para que a troca de gases possa ocorrer. Se jogarmos sal no sapo, o mineral suga a água, impedindo que o processo ocorra. Daí a reação do bicho de tentar livrar-se do sal.

Além disso, dói muito. A pele do sapo não possui um revestimento protetor como a dos seres humanos. “Por isso, é muito mais sensível”, diz o biólogo Adão José Cardoso, da Universidade Estadual de Campinas, em São Paulo. “Se colocarmos sal em suas costas, a dor que o animal vai sentir é semelhante àquela que nós sentimos quando jogamos sal em um ferimento”, explica.

 

Estão realizando uma campanha no facebook para não jogarem sal em sapos, e explica-se o porquê. Clique aqui e compartilhe!

Fonte: Blog Ambiente/Super Interessante

Fonte Foto: Facebook Coisas de Tatuí