Responsabilidades que deve-se ter ao adotar/comprar um animal!

Olá pessoal!

Há um tempo eu estava me preparando pra fazer essa postagem, para explicar melhor e dar dicas antes de adotar/comprar um animal de estimação. É importante saber, que esse post não se trata de adoção ou compra de animais, e sim, as dicas que são importantes para ambas as ações. É muito lindo e indescritível ter um animal em casa, mas também é preciso conversar de coisas sérias, que são as responsabilidades com tudo isso.

1424555_622177394511269_98843980_n

Eu sou leiga no assunto, me baseei apenas na minha experiência e com isso já tenho um direcionamento. Se você tem algo a complementar e/ou discordar, por favor, deixe nos comentários abaixo.

As dicas abaixo vou colocá-las em ordem:

Antes de tomar qualquer decisão sobre a adoção/compra do animal, é preciso saber que dependendo do animal, é preciso que você entenda, que ele vive uma certa quantidade de anos (por exemplo: cães/gatos vivem aproximadamente de 13 anos à 18 anos); se prepare para que esse animal divida o espaço com você, o tempo que ele viver.

* Ao escolher o animal que você irá adotar/comprar, você precisa se informar sobre as características primárias do animal. Claro, cada bicho tem uma personalidade diferente, mas se informe sobre o comportamento em geral dos animais da mesma espécie. Muitas pessoas adotam/compram sem saber sobre o animal e acabam abandonando.

É muito importante que a pessoa que irá adotar/comprar o animal, se informe sobre as VACINAS/CASTRAÇÃO na idade certa do bicho. Muitas pessoas não sabem e ir ao veterinário captar informações sobre isso antes é a melhor dica. As vacinas são importantes para prevenir contra inúmeras doenças (tanto de transmitir, quanto de pegar), que inclusive algumas passam aos homens. E a castração  é muito importante para o controle da população de animais e para diminuir o abandono.

* Outro ponto muito, mas MUITO IMPORTANTE é o custo financeiro com o animal. É muito lindo ter animal de estimação, é fofinho e emocionante, mas há um custo atrás de tudo isso. Os custos são: ida ao veterinário (regularmente); ração de boa qualidade; vacinas (no tempo certo); castração (no tempo certo); remédios (caso fique doente ou caso seja necessário); vermífugo; petiscos; caminha, roupinha, brinquedos; banho e tosa(ou mesmo o custo no pet shop); passeios, eventos, entre outros. PARTICULARIDADE: Existem animais que possuem deficiência (física e/ou mental, assim como humanos) e que precisam de uma atenção, cuidados e custos redobrados.

* É necessário ter espaço no local para que o animal possa aproveitar. Levar para passear é uma ótima opção (indispensável, na verdade), mas é importante esse espaço, para que o animal possa relaxar e se divertir. Dar água, comida, vacinas e tudo o que eu disse no item acima, no tempo certo.

* Super importante: Saber com quem deixar o animal, quando estiver fora de casa, viajando ou qualquer outro evento. Muitos animais são abandonados, devido ao fato das pessoas não saberem como lidar nessa situação. Se não tiver com quem deixar, deixe em pet shops (lá eles possuem hotéis, onde é possível agendar a quantidade de dias que irá deixar). Todos os dias do ano são abandonados milhares de animais, devido ao dono não poder ficar e não deixar em hotéis no pet shop ou com familiares. Agora que está chegando as festas de fim de ano, aumenta ainda mais. Não há justificativa para mim, então, não deixe seu animal de lado nesse momento! Procure familiares ou um pet shop e se informe!

Após o dono estar ciente de todas as informações é o momento de adotar/comprar o animal. E além de todo o custo financeiro, tem a atenção emocional. O animal precisa receber muito amor, carinho, atenção, é preciso ter respeito e ser bem cuidado. Só assim, haverá uma harmonia no ambiente e fará muito bem à ambas as partes.

Eu dei essas dicas, no intuito de ajudar pessoas que procuram tirar as dúvidas de quais procedimentos tomar antes da adoção/compra. A adoção/compra do animal é uma opção da pessoa. Mas, o mais importante é estar ciente de todos os itens acima, para que não ocorra o abandono do animal. Muitas pessoas abandonam, por estarem insatisfeitas e pelo animal “não ser tudo o que o ser humano espera”.

Se vocês tiverem alguma dúvida, esclarecimento ou algo a adicionar nas dicas acima, me mande nos comentários abaixo ou por e-mail: jenny@protecaoanimais.com.br

 

Muito obrigada!

Jenny, PPAA.